Juan y Eva, Amor, ódio, revolução

20 set

Vou confessar que penso duas vezes cada vez que considero a idéia de escrever algo sobre Perón ou Evita. Se no Brasil se diz que futebol, política e religião não se discutem, na Argentina a esta lista deveríamos adicionar o Peronismo.

A verdade é que muitas vezes ao perguntar a um Argentino o que é o Peronismo recebemos respostas etéreas do tipo “o peronismo é tudo.” No Brasil, muitos tentam explicar Perón comparando-o ao fenômeno Getúlio Vargas. Mas, a verdade é que a persistência da imagem do General Juan Domingo Péron deixa pálido qualquer paralelismo com figuras históricas Brasileiras. Vivendo hoje na Argentina consigo apenas imaginar a segunda revolução que causou a escolha da estrela pop Madonna para encarnar Eva Duarte na telona.

Osmar Núñez encarna Perón.

Não pretendo entrar em polemicas sob pena de destapar minha ignorância. Nem dizer que o filme Juan y Eva – que estreou na Argentina há seis dias e já ganhou menções honrosas até da presidenta Cristina Kirchner – é um documento histórico. E sim que contém cenas históricas de eriçar a pele. Quando recomendei a Novela de Perón do escritor Tomaz Eloy Martinez para aproximar meus amigos e leitores brasileiros do personagem histórico do general fui reaprendida por alguns amigos Argentinos. A verdade é que na Argentina o bem mais difícil de obter é o consenso. Principalmente quando o assunto é o Peronismo. Cheguei a dizer que existem Peronistas como existem Flamenguistas e Corintianos no Brasil. Mas, a analogia é podre, eu confesso.  

Eva e Perón, a estória de amor chega a telona.

Acho é difícil explicar o fenômeno Evita e Perón porque até mesmo os próprios Argentinos ainda o estão dissecando. Prova disso é o novo filme da diretora Paula de Luque que explora a relação do general com sua segunda esposa Eva Duarte. O filme Juan y Eva, Amor, Odio y Revolúcion traz as telas argentinas o romance do casal mais celebre daqui tentando evitar clichês e os detalhes mais sabidos das vidas desses personagens cujas vidas e mortes já foram exumadas de todas as maneiras possíveis. “Eu queria um filme que transitasse no momento em que eles estão construindo a si mesmos,” explicou a diretora em entrevista ao jornal Página 12. De Luque admite que, na verdade, a estória de amor de Evita e Perón é desconhecida e “ficcional”.

A história de amor de um general em ascensão e de uma jovem atriz começa com um terremoto.

Uma estória de amor que começa com um terremoto.

O terremoto que devastou San Juan em janeiro de 1944 é o pontapé de partida para a estória de amor que mudou o curso da história de um país. Uma trilha sonora impecável e a atuação memorável dos atores Osmar Núñez e Julieta Díaz nos conduzem a uma Argentina de outra era, mãe do país  que conhecemos hoje. Com uma coleção de imagens histórias e um enredo político elaborado, De Luque tenta dar uma espiadinha alcova  de Eva e Perón enquanto nos leva aos labirintos históricos da ascensão de Perón ao poder antes de chegar a presidente democraticamente eleito em fevereiro de 1946. A surpresa do filme para mim foi o retrato de Evita como uma matuta “chica de pueblo”, obstinada, mas quase frívola em seu amor pelo general. Mais uma vez, evitando polemicas, termino por aqui. Mas, fico na torcida que o filme chegue aos cinemas do Brasil e que o público brasileiro tenha a algum acesso a dois dos grandes personagens da historia latino americana.

Serviço:

Deixo aqui duas dicas (ainda que existam mais dicas para dar em uma cidade impregnada por essas figuras históricas) de lugares bacanas para curtir uma vibe peronista.

Perón e Eva na vida real.

Uma é o Museo de Evita, um pequeno casarão em uma das minhas zonas preferidas de Palermo em que é possível ter um almoço agradável em um pátio interessante e saber um pouco mais sobre Eva Duarte.

Terças a domingos de 11hs. a 19 hs.

Horário do Restaurante e Bar

Segundas a domingo de 9 a 0 horas 

Endereço: Lafinur 2988

http://museoevita.org

O outro é o bar Peronista Perón Perón Restobar. É pensar num bar temático como existem os de times de futebol no Brasil. Um bar com referencias, imagens e até um cardápio inspirado do no General. Atenção vá menos pela comida e mais pela experiência.

Angel Carranza 2225, Palermo Hollywood.

Confira:

http://www.guiaoleo.com.ar/restaurantes/Peron-Peron-Restobar-9456

 Confira abaixo o que a humilde blogueira já escreveu sobre o casal:

http://conexaobuenosaires.wordpress.com/2011/07/01/viva-peron-viva-peron-2/

http://conexaobuenosaires.wordpress.com/2010/07/26/a-intensa-vida-de-evita-depois-de-morta-2/

 

 

 

About these ads

Uma resposta to “Juan y Eva, Amor, ódio, revolução”

  1. paula 27 de dezembro de 2011 at 10:42 PM #

    Consegui baixar o filme e assistir aqui. Achei diferente dos outros e melhor do que o outro com Ester Goris (nao sei se é assim mesmo o nome). A atriz Julieta Díaz, quando morena, se parece muito com a nossa Letícia Sabatella!

    Voltando ao filme, achei interessante no começo, mostrando a relação entre os dois, mesmo que puramente ficcional. Foi legal ver uma cena mais íntima … apesar de não ser belas cenas. No entanto, quando ele é preso, fica tudo concentrado demais na política e o resto é abandonado, sendo que compreendi a sinopse como a estória dos dois.

    Apesar que acho que, na realidade, foi mais uma relação de uso um do outro, esperava algo mais intimista, romântico talvez … Fiquei triste ao ler em uma matéria que quando ela já estava muito doente e exalava um cheiro ruim, ela foi até o quarto dele e ele a expulsou de lá. Já estava de novo com as adolescentes … Não sei se é verdade …

    Enfim … leio todos os lados dessa estória: quem fala que eles era ótimos, quem fala que era aliados dos nazistas etc … Só sei que fico hipnotizada, especialmente por ela, e fiquei boquiaberta em seu museu.

    Enfim … mistérios e mitos argentinos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: