A Bomba e Cidade

10 maio

 

Não é o Olodum. Não espere sair sambando. Às vezes parece um tanto for do ritmo tradicional e dá vontade fazer  chorar um cavaco, soltar a cuíca, chamar um sambista, botar ordem no terreiro, militando pelo fim do espancamento do tambor. Mas, é a batucada da cidade. E todas as segundas feiras é a melhor opção para sacudir o corpinho, ver e ser visto, tomar uma cerveja de litro em um copo enorme e, se sua onda é espacial, comer uma “tarta ou galleta mágica”. Por mais estranho que pareça, na fila de entrada , uns camaradas de rasta e umas meninas de saião vendem o que parece ser space cakes e biscoitos turbinados com “yierba Buena”. Cada um na sua.

Custa o equivalente a dez reais a entrada e as bebidas não fogem dos precinhos porteños, sem exageros. O lugar é um galpão enorme que no verão vira uma gigantesca sauna e no inverno não deixa ninguém passar frio não.  La Bomba Del Tiempo, na Ciudad Cultural Konex (Sarmiento 3131), é um clássico da vida noturna da capital. Têm estrangeiros e argentinos na mesma medida e começa cedo, por volta das 19hrs, terminando cedo também.

After Bomba: a festa continua

Para aqueles que estão submetidos à inércia, aquela que diz que um corpo em movimento tende a continuar em movimento a não ser que uma força incida sobre ele, e não conseguem voltar cedo para casa depois da baladinha temprana, fica a dica do  After Bomba, onde a festa continuo, há algumas quadras do local, no Uniclub (Guardia Vieja, 3360). Para aqueles que acreditam na velha teoria do senhor Murphy que postula que as melhores noites são as da semana.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: