Morrendo de Amor, como Portinari, em Buenos Aires

18 jun

Meu amigo, anjo, ator, cantor e dono da risada mais gostosa de todo baixo Buenos Aires, Artur Cavalcante, levou a cabo uma missão poética nestes intensos dias de outono em Buenos Aires. Ele ajudou um projeto de coletivo de poetas em Brasília a publicar um poema no jornal Clarín, periódico de grande circulaçao argentino. Buenos Aires, que já é cheia de intervenções de amor, ganhou uma pincelada brasileira no dia de hoje.

– Si Portinari murió intoxicado por tinta, luego tengo el derecho de morir de amor.

Trata-se do projeto #Versificados, uma idéia que vem ganhando espaço nos Classificados de jornais de inúmeras cidades brasileiras e outros países, contando com a colaboração de vários poetas brasileiros anônimos e conhecidos .  A idéia é do poeta brasiliense Antônio Araújo Júnior que posta os anúncios no seu blog. Confira aqui.

O poema de hoje é de Marina Mara. Leia Marina aqui.

 O poema faz parte do livro lançado recentemente sobre o título de Sarau Sanitário.com

– Si Portinari murió intoxicado por tinta, luego tengo el derecho de morir de amor. 

Muy pertinente!

Deliciem-se !

2 Respostas to “Morrendo de Amor, como Portinari, em Buenos Aires”

  1. Marina Mara 19 de junho de 2010 às 2:11 PM #

    Que super! Amei o resultado e os poetas do projeto estão muito felizes com a inserção de Buenos Aires nos #Versificados.

    Valeu demais.
    MM

    • conexaobuenosaires 19 de junho de 2010 às 2:37 PM #

      Conte com a gente para mais inserçoes de poesia nesse extremo sul do mundo.
      Adorei! Um grande beijo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: