Te bancamos Dieguito!

6 jul

 

A Argentina saiu da Copa com um vergonhoso quatro a zero.  Fosse essa seleção a brasileira, podiam esperar alguma espécie de linchamento na volta do Mundial, seja físico ou moral. Dunga voltou ao Brasil totalmente desacreditado, com fama de cabeça dura, a mercê da execração pública. Os jogadores, como Felipe Mello, ao retornarem a casa foram recebidos por piadinhas no aeroporto internacional. Julio César chorou no colo da mãe.  Aqui, no entanto, a banda toca um pouquinho diferente.

Chegada da selecao argentina

Embora Maradona quase não chegasse para a entrevista coletiva pós-jogo tamanho era o surto de choro que se seguiu após a contundente derrota, não tem mais motivos para o pranto. Ontem, durante sua chegada em Buenos Aires, a seleção argentina foi recebida como heróis. Milhares de pessoas foram receber-los vestidos d e branco de azul celeste agitando bandeiras, chamando os nomes dos jogadores, agradecendo pela participação na Copa. Existem claro serias distinções. Dunga é Dunga. E Maradona é Deus. E Messi, Messias. O primeiro jogador argentino a integrar o Olimpo dos melhores jogadores do mundo depois de um longo jejum.  Maradona tão salvador da pátria quanto San Martin, que liberou o país dos espanhóis.

Dieguito agora decide se quer ou não continuar ä frente da seleção. Dunga não terá o mesmo direito de escolha. Sairá pela porta do fundo com fama, mas sem glória. Todas as características do treinador que antes pareciam a heróica resistência pela qual torcíamos, agora são as maluquices de um técnico turrão, que não escutou nem a Globo! Os grandes especialistas Galvão Bueno, Casagrande…

Populismo? Imagina, que maldade!

Esta tarde, a presidente da Argentina, Cristina Kirshner, seguindo a onda popular de “te bancamos Dieguito” disse querer receber o técnico e os jogadores na Casa Rosada e chegou a afirmar que nenhum argentino deus tantas alegrias a Argentina quanto Maradona.

Dios!

Exagero típico argentino claro. O fato é em jogos, como as quartas de final da Copa do Mundo, só existem duas opções: ganhar ou perder.  E argentinos tentam ser bons perdedores, pelo menos aqui dentro ( embora ninguém queira discutir os deméritos em si). A meu ver, a condecoração deveria vir do mérito de haver tentado. Essa linchamento público não é legal. Estou com o Dunga que demonstrou ser humano ficando puto com os jornalistas da Globo. Don’t hate the player, hate the game.  E uma última nota: Diego te banco a muerte!

Uma resposta to “Te bancamos Dieguito!”

  1. Dri Nunes 6 de julho de 2010 às 7:28 PM #

    Gabi! Tu é demais! Amo! Beijoooo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: