Adote um Bodegon!

21 jul

 

Meu lado Amélia adora o suplemento de culinária que publica todas as quartas-feira o jornal argentino Clarín intitulado Ollas y Sartenes . Mas, ia comer mosca se não se não fosse a indicação do meu amigo, o jornalista Maurício Boff. Desde a semana passada, o diário vem publicando matérias sobre os melhores bodegones da cidade. Para quem não sabe, e eu mesma não sabia antes de vir viver aqui, os bodegones são esta instituição porteña que o artigo define como “um lugar para comer comida caseira, em grandes porções, com preço correto, ambiente amigável e longe das modas passageiras”.

Bodegon: encontre o seu!

Mas, na verdade, são mais que isso. São estas esquinas do mundo que resistem à padronização do tempo. Aqueles lugares onde garçons que já deveriam estar aposentados sentem-se em casa e te servem fazendo piadas impróprias ou não, conhecem os clientes mais tradicionais em uma aura boêmia e geriátrica que faz com que você nunca mais queira entrar numa Mcdonald’s. Em Buenos Aires, são tão patrimônio histórico quanto os museus e monumentos, um lugar para ver velhinhos solitários que te lembram Borges, famílias varando gerações de freqüência, donos e clientes se misturando, em um clima de bairro que faz com você tenha vontade de pertencer a uma comunidade, dessas que promovem bailinhos de tango e campeonatos de gamão.  E, por que não, comer bem!

E come-se bem e farto!

O difícil mesmo é variar.

Os garçons deveriam ser tombados, patrimonio da cidade...

Depois que “agarras amor” pelo lugar é ( mesmo que você seja para eles do tipo gringo disfuncional, meio a Alemã do Bagdá Café) e provar outros lugares. Vejo-me repetindo este padrão em Buenos Aires. Há lugares não aconchegantes que te impedem que conheça outros lugares. É uma tentação. Mas, quando vê aquele garçom que já te conhece, vindo com aquele tradicional traje de pingüim, com aquela superada bandeijinha e adorável mau humor, algo terno nasce.  

Algo familiar e nostálgico...

De qualquer forma, se você está só de passagem, e ainda não agarrou amor por aquele velho garçom intragável, que de tão rabugento ficou fofinho, fica aqui a matéria dos Bodegones publicados pelo Clarín ( a primeira). AQUI!!!!

E lista:

Albamonte . Corrientes 6735, 4553-2400.

Almacén y Bar . Cochabamba 1701, 4304-4841.

Angelito . Camargo 490 4855-9667.

Bar del Gallego.

Bonpland 1703, 4771-1526.

Bellagamba . Av. Rivadavia 2183, 4951-5833.

Café de García.

Sanabria 3302, 4501-5912.

Cantina Chichilo . Camarones 1901, 4584-1263.

Cervecería López . Alvarez Thomas 2138, 4552-0275.

Club Eros . Uriarte y Honduras, 4832-1313.

Club Hungaria . Pasaje Juncal 425, La Lucila. 4799-8437.

Don Chicho.

Plaza 1411, 4556-1463.

Bar El Chino.

Beazley 3566, Pompeya, 4911-0215.

El Defensor . Defensa 1380, 4307-1012.

El Desnivel.

Defensa 855 4300-9081.

El Obrero.

Agustín Caffarena 64, 4362-9912.

El Preferido de Palermo.

Jorge Luís Borges 2108, 4774-6585.

El Puentecito . Luján 2101 4301-1794.

El Renaciente.

Medrano y Gorriti, 4862-9905.

Para quem ainda não agarrou amor pelo garçom octogenário e mal humorado do seu bodegon favorito fica a sugestão do livro do italiano naturalizado super porteño, Pietro Sorba, que minha amiga e bloggeira favorita, Gisele Teixeira, me emprestou e eu estou enrolando para devolver.  O nome é Bodegones de Buenos Aires e é fácil de encontrar nas livrarias da cidade. Do mesmo autor, Parrilas de Buenos Aires é também uma grande opção para aqueles que acham que alface é planta de jardim e se rendem sem restrições aos prazeres da carne – e por isso entende-se um belo bife de chorizo com 8 cm de largura com uma capa de 3 cm de gordura.  Vale a pena conferir também a lista de bodegones do descoladérrimo site Planeta Joy, AQUI!!!!

Depois, adote seu bodegon e curta. Mi casa es su casa.

Uma resposta to “Adote um Bodegon!”

  1. Daniel Paiva 1 de agosto de 2010 às 7:35 AM #

    O meu favorito é o Angelito.
    Nossa, não tem igual.. jejeje

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: