Il Ballo Del Mattone

29 set

O nome do lugar é uma homenagem a uma canção de Rita Pavone, Il Del Ballo Mattone (Gorriti 5934), mas a gente se acostumou a chamar-lo de “O bar do Charles”.  Descobrimos uma noite que o moço animado que servia as mesas, Charles, que é a lata do pintor Basquiat, não só era brasileiro como também baiano e uma simpatia. Meus amigos caíram de amores pelo lugar. E, para mim, posso apontar o exato instante em que isso me sucedeu. Foi quando eu entrava nesta sala cheia de pinturas caóticas e street art e a cantora começou a entoar Night and Day do Cole Porter. É isso para mim: um lugar cheio de grafite, boa gente, vinho e comida e Cole Porter! Já tá bom para mim, me deixem aqui, avisem os meus que não volto para casa, que não vou ao mestrado, que não regresso ao meu país. Vou ficar encantada na Argentina, tomando vinho, olhando para o grafite, escutando Cole Porter!

Forno de Pizza: Para fumar um cigarrinho e esquentar o bumbum

Descobrimos “O Bar do Charles” graças ao beau de uma amiga que toca lá nas quartas-feiras. Com o o tempo, fui entendendo sua dinâmica. Na porta quase ao lado funciona um restaurante bem razoável  ( confesso que é a menor cozinha funcional que já vi). O Jazz mesmo acontece nesse cômodo de teto alto, pintado dos pés a cabeça, cujos fundos aprendi a gostar nas noites de inverno quando saía para fumar e esquentar o bumbum no forno de pizza. Na última quarta-feira do mês rola uma festenha. É um ambiente descontraído de pintura e música que começa e termina cedo ( 21h äs 01h30, isso é cedo para los hermanos). Preços razoáveis, comidinha mais razoável ainda. E jazz, jazz na veia. Sextas e Sábados o lugar ganha o auxilio luxuoso de um DJ. É assim como o jantar vira um jantar dançante dependendo da animação dos comensais.

Ballo People

Freqüentando descobri também que existe uma galerinha bem típica do Ballo. E fuçando descobri, vejam só: Il Ballo Tv, com direito a programa de rádio ( na Rádio Palermo, mãe de todos os projetos alternativos e comunitários em Buenos, sexta s de 17hs a 19hs, FM 94.7) e videozinhos descolados. Vale a pena conferir AQUIIII!!!!

Tu Vuò Fa L'americano...

É mesmo um pedaço de Little Italy, mas aquela do tipo felliana, com vintage art, macarrão, música e personagens oníricos. O tipo de anormalidade que me parece normal. Li na internet um depoimento do dono que fez com que entendesse melhor o Ballo, um lugar feito para ser bagunçado, invadido, dominado. Casa dos artistas locais, o Ballo tem mesmo algo de casa do nono. “Después de sufrir una enfermedad muy grave, pensé en crear esa jornada para festejar la vida”, dice Francolini. “La enfermedad hizo que cambiara mi visión de la vida e influyó en la manera de manejar el negocio. Ahora, las decisiones pasan por el corazón y no por la economía”.

Fica minha dica de mais um lugar descolado e pulsante em Buenos Aires. Não tem como se arrepender. Tu Vuò Fa L’americano…

Uma resposta to “Il Ballo Del Mattone”

  1. Vivi 29 de setembro de 2010 às 8:49 PM #

    Adoro! Foi a Gisele que nos iniciou! A propósito, lembra da música em Nueve reinas??? Super! Vamos combinar de irmos todos juntos! Bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: