Buenos Aires Christmas: Roban a Papá Noel, le sacan los renos y exigen rescate

23 dez

Image

Eu confesso que ainda estou tentando superar a falta do tender. Ficar sem Peru, vamos lá, eu agüento. Mas, sem minha bolinha preferida eu acho cruel. Cade aquela farofa da sua tia cheia de frutas secas e aquele abacaxi de latinha que só aparece para o natal? Eu quero rabanada e todas as 234567890 calorias que eu tenho direito a consumir no aniversario de Jésa. Quero todas aquelas aves gordas e transgênicas que habitam os fornos brasileiros nesta época.

Onde está a nova classe média dando entrevista nos shoppings abarrotados para o DFTV? Como assim não terá especial do Roberto Carlos? Onde foi parar o elenco da Globo me desejando boas festas?Fatima Bernardes, William Bonner, Tony Ramos!Esqueça, pois Buenos Aires parece não estar na rota do Papai Noel, Pólo Norte sacomé, não é a Patagônia.Eu juro que ando tão ocupada com minha recém criada vida de mártir do jornalismo, trabalhando longas horas como escrava branca para um jornal na Capital, que não havia notado o que amigos em visita a capital me fizeram perceber esta semana: Buenos carece de espírito natalino. Sem juízo de valores. Minha mãe nunca cozinhou um peru. Se o cozinhasse não sei se seria capaz de comer a gororoba. Minha mãe não sabe por uma azeitona numa empada. Nós nunca tivemos ceia de natal em casa.  Vivemos da bondade de outras famílias católicas (somos de ascendência judia) todos esses anos, embora eu deva confessar que nunca tenha achado divertida minha vida de penetra. Mas, devo confessar que, a ausência estética do Natal – e conseqüentemente daquela hipocrisia toda natalina que nos acomete nesta parte do ano – eu ando me rendendo a certa melancolia da ausência.

Se no Brasil proibiram os discos da Simone nas lojas, em Buenos Aires parece que Cristina vetou o natal. Claro que burgueses serão burgueses  sempre. E você não irá achar os corredores do Shopping Alto Palermo vazio a esta altura do ano. Mas, eu juro que ainda não ouvi um jingle Bells, nem John Lennon entoando “So this is Christmas”. Vi um ou dois panetones e não sei nem onde comprar pro meu porteiro uma mini cestinha de natal. Até porque quando sugeri para um amigo argentino que lhe iria comprar um vinho ele me advertiu que o meu porteiro talvez visse o “regalo” como um convite erótico. E não penso em me socializar tanto no condomínio.

Não só você não vai escutar trombetas se vier a Buenos Aires nesta época do ano como também não irá encontrar nenhum clima celestial. O espírito natalino fugiu no buquebus. Il fa un caldo de Madonna, como diriam os Italianos. Parece que alguém botou uma tampa em Buenos Aires e deixou a gente pra ferver dentro. Calor tipo Manaus, quente e humido ( pra quem não conhece o bordão da cidade “lo que mata es la humedad!”)

E não tem bonança de quem foi escroc o ano inteiro e decidiu repensar a vida no natal, lideres sindicais convocam enormes manifestações fechando os acessos da cidade, políticos têm ataques verborrágicos, o congresso não diminui a atividade e para completar queimaram a arvore de natal da Plaza de Mayo. Li um relato ótimo de um bloggeiro brasileiro que dizia que não só não tem natal em Baires como queimaram a ultima arvore de natal da cidade em um protesto relembrando os dez anos do Corralito. Foi mesmo uma cena dantesca que eu acompanhei metade da redação e metade na própria Praça. O dia seguinte foi como chegar a Paris depois de um bombardeio Alemão. A arvore carbonizada, as paredes da catedral pichadas, por mais legitimo que tenha sido o protesto, o resultado só solidificou essa “funny feeling” de onde esconderam o natal nessa cidade. Ei, vocês não vão desacelerar não?

Vamos farofar em Mar Del Plata gente, deixar a cidade vazia, comer Peru, escutar Merry Christmas the War is over!Comprar decorações ridículas, encher a casa de luzinhas. Eu nem sou católica, mas vamos la, um pouquinho de espírito natalino não faz mal a ninguém.

PS: O governo reconstruiu hoje a arvore de natal linchada por manifestantes e adicionou presépio ao composé!Vamos ver quanto tempo ela dura nesse Apocalypse now dos pampas.

2 Respostas to “Buenos Aires Christmas: Roban a Papá Noel, le sacan los renos y exigen rescate”

  1. Gisele Teixeira 24 de dezembro de 2011 às 12:24 AM #

    Buenos Aires, Montevideu, sao cidades bem laicas… nao vai achar , fora dos shoppings, esa coisa natalina, vermelha, mega doce….

  2. Paula 27 de dezembro de 2011 às 3:34 PM #

    Oi Gabriela! Eu estava em Buenos nesse dia ai! Estávamos voltando da recoleta! O taxista me perguntou se faziam isso no brasil! Falei que nao éramos muito íntimos de protestos!

    Nas lojas nao tem decoração como aqui, vi apenas em bares e restaurantes (e dos bairros mais chiques, obvio) … Outro lugar foi na galerias pacifico. Gosto do clima natalino, amo, mas me identifico mais com essas melancolia e luta Argentina.

    TE mandei outro comment! Se puder responder depois! Estou in love por essas cidade!

    Besos y prospero 2012!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: