Tag Archives: Lula

Redescobrindo a América

4 dez

Sorriso de quase nuvem

Os rios, canções, o medo

O corpo cheio de estrelas

O corpo cheio de estrelas

Como se chama amante

Desse país sem nome

Esse tango, esse rancho

Esse povo, dizei-me, arde

O fogo de conhecê-la

O fogo de conhecê-la …

 

 

“Nossa comarca do mundo, que hoje chamamos de América Latina, foi precoce: especializou-se em perder desde os remotos tempos em que os europeus do Renascimento se abalançaram pelo mar e fincaram os dentes em sua garganta” Galeano

Che Guevara, de uma família de classe média, se apaixonou pela América do Sul e seus milhares de oprimidos de origem colonial durante uma viagem de motocicleta. Eduardo Galeano destapou os porões da história de um continente muito mais acostumado a perder que ganhar. Muitos libertadores vieram nos libertar, europeus de apaixonaram, Verger fotografou. Brasil vai rompendo sua deficiência lingüística e começa a entender o significado conotativo e denotativo da palavra “hermanos”. Na Bolívia, um índio ganha as eleições, no Brasil um homem que não tem diploma universitário, na Venezuela o governo retoma empresas das mãos dos gringos e nos fóruns internacionais todos são obrigados a escutar aqueles que, em outros tempos, seriam relegados aos postos da “ralé sindical”, pobres afônicos. Pode ser ignorância política minha, mas talvez, em nossa breve estória de continente escravizado pelo sistema que o povoou, seja a primeira que estejamos colocando as mãos nas rédeas deste cavalo. Enquanto isso, no meio dessa maré histórica, eu vou tratando de destapar minha própria latinidade e empreender minha viagem de descobrimento da América.

Eduardo Galeano: "Nossa comarca do mundo, que hoje chamamos de América Latina, foi precoce: especializou-se em perder desde os remotos tempos em que os europeus do Renascimento se abalançaram pelo mar e fincaram os dentes em sua garganta”

Antes de vir à Argentina, não sabia dos povos originários, não poderia supor que nos olhavam tanto, não sabia da ausência de negros aqui, estava trancafiada em meu mundo lusofonico, sem saber que em outra língua esse continente ia se unindo. Vim com poucas pretensões senão especializar-me, ser uma jornalista com um diploma a mais, entendendo de Relações Internacionais. Não sabia, no entanto, que o que ia aprender era que minha ignorância era maior do que imaginava e que na verdade éramos um país de estrábicos, olhando para o centro da nossa cara sendo incapazes de alcançar os ângulos laterais, nossa vizinhança. Vencida por nossa inveja futebolística, vim convencida de que não encontraria aqui o carinho que encontrei por meu país. E cruzo a fronteira para merecidas férias com pretensões de soldado de cruzada com vontade de evangelizar meus compatriotas sob a religião do amor latino. Estou completamente apaixonada pela latinidade e venho a declarar abertamente: Soy Loco por ti América.Não sou kirchnerista, assim como não nem branca nem mulata, mas quero deixar aqui a homenagem bacana que Cristina fez ao Lula, que política a parte, me pareceu legal, pessoal e sentida depois da morte de Néstor Kirchner. Acho o maior barato o fato de termos um presidente que se emociona e chora como o resto dos mortais. Indo para 40 dias de férias no Brasil, me dou conta que sou louca pela Argentina, pelos argentinos, pela América. Isso é uma declaração de amor…

Anúncios

Dilma Você Abusou

2 nov

Enquanto o Fantástico exibia matérias irrelevantes, a C5N discutia a eleiçao de Dilma

A capa de hoje do importante jornal argentino (de esquerda) Página 12 arrasou. Conhecido por suas “portadas” criativas, o jornal traz na edição de hoje uma sorridente Dilma sob o título em português “Você Abusou”.  A vitória de Dilma foi destaque em outros jornais importantes do país, como o diário Clarín e La Nación, mas só o Pg12 se arriscou com o humor que lhe é habitual. A cobertura da eleição ( ou ballotage como chamam por aqui) ontem por parte dos meios televisivos foi extensa. Enquanto o Fantástico exibia matérias irrelevantes com modelos e o estilista Alexandre Herchcovitch, a C5N trazia analistas políticos para discutir os novos rumos da política brasileira com direito a um pequeno especial sobre a vida da nova presidenta.  Dentro das primeiras páginas do jornal Pg 12, as matérias destacavam a satisfação do governo local com a vitória da petista e seu passado de guerrilheira, chegando a chamá-la de “Joana D’ Arco da guerrilha. Como a torcida por aqui é por Lula, recebi durante todo o dia felicitações de meus amigos argentinos pela vitória de Dilma. Aparentemente, a Argentina fica agradecida pela manutenção de seu eixo de esquerda. Só falta Dilma virar um mito peronista. Lula já é.

O Pg. 12 abusou da criatividade

Para acessar o jornal Página 12, clique AQUI!

Calamar, um grande líder

30 out

Deixo aqui uma pequena cronica que fiz para o site Traducir Argentina sobre as eleiçoes de domingo. Está em espanhol. Para acessar a cronica no site clique AQUIIIII!!!!!!

Lula ganhava traduçao no DVD pirata que eu comprei

El domingo millones de brasileños votan para elegir al nuevo presidente de la nación.  En la segunda ronda del ballotage están Dilma Rousseff y José Serra: uno de los dos presidirá la nación por un periodo de cuatro años. La verdad es que con una aprobación de más de 80%, queríamos que se quedara Lula. Pero la constitución no lo permite, y tampoco es saludable un caudillo.

 La verdad es que la perspectiva es buena, gane Dilma o Serra. Ya hemos superado la fase en que se decíamos que Brasil no era un país serio. Mientras haya disparidad social, hambre y desempleo, tenemos que ser un país más que serio. José Serra es un tipo serísimo. Aburrido y sin carisma, pero serio. Es un clon del Señor Burns de Los Simpsons, pero todo bien (no hay que ganar un concurso de belleza para ser presidente). Un gestor más que estadista, administrador mejor que político.

Dilma es la persona que supuestamente continuaría las políticas sociales implementadas por Lula.  Ex guerrillera, ex ministra de la casa civil, me acuerdo que antes de las elecciones nunca la había visto sonreír. Pero para las elecciones tuvo una reconstrucción física total, como los programas de makeover estadounidenses. Ahora se asemeja a la simpática mama de alguien. Besa nenes en las calles, abraza viejitos: eso se llama política. Y está al frente de las encuestas electorales.

A la distancia: feijoada y TV

Mientras el clima de las elecciones está caliente en Brasil, acá los expatriados acompañan con pasividad el ballotage que decidirá el rumbo de la política del país. Para la primera ronda, nos reunimos en mi casa para comer feijoada y acompañar la votación. Leímos algunos editoriales sobre la corrida presidencial y discutimos entre nosotros los nuevos rumbos de la política brasileña.

Muchos acusan a los programas sociales de era Lula de asistencialismo. “Bolsa Escuela” y “Bolsa Familia” son programas que lograrán, con el aporte de un máximo de 400 pesos en beneficios totales, sacar parte de la población de la más desoladora miseria insertando dinero en la economía e incluyendo a este segmento de la población en un segmento de renta más justa. Uno de los editoriales que leímos decía que “si no entiendes la diferencia que 400 pesos hacen en la vida de uno, es porque eres demasiado rico para entenderlo”.

 Después de comer una feijoada, que consiste básicamente de porotos negros y trozos de cerdo ( pies, orejas, cola, todo)  no hay mucho que hacer. Pesa el cuerpo, se queja la panza, viene el sueño. Stanislaw da Ponte Preta, pseudónimo de un  importante periodista y cronista brasileño, decía que ninguna feijoada está completa si no hay ambulancia. La verdad es que es más que un plato pesado, es una muerte lenta. Así, aplastados por nuestra inercia, nos pusimos como anémonas en el piso de mi living para ver la peli Lula ( El Hijo de Brasil) que confieso compré pirata al tipo que las vende en Santa Fe, cerca de la Plaza Italia. Ya sé que existe toda una corriente en contra de la compra de falsificaciones. No quiero entrar en argumentos políticos, pero confieso que simpatizo con toda y cualquier actividad subversiva económica.

Viene con subtítulos en español y no tardó más que diez minutos para darnos cuenta que iba mal la traducción. Dona Lindu, la madre de Lula que prácticamente protagoniza el thriller, está traducida como “propietaria Lindu”, entre otras expresiones curiosas de los subtítulos truchos.  Pero la mayor sorpresa de la noche vino cuando nos enteramos de que estaban traduciendo el nombre Lula por “calamar”. Es cierto que “lula” en portugués es el molusco conocido en castellano como calamar. Pero la traducción trucha del DVD nos llevó al delirio. Produjo momentos como “Hola, me llamo Luis Inácio, pero puede llamarme un calamar”.

Calamar, un gran líder sudamericano. Así, nos juntamos mañana para saber quién sucederá al molusco.

Lula Lá

30 out

Deixo aqui um video que circulou durante todo o dia nas redes sociais de meus amigos Argentinos onde se ve um Lula extremamente comovido com a morte de Kirchner. Comovente mesmo é ver como é importante para eles a atenção que deu nosso presidente á morte do ex- mandatário argentino. Aqui, ele é muito querido e, sua chegada, reaçao e depoimento tiveram bastante impacto nas mídias locais. A Argentina nos dá toda bola. Vamos começar a dar bola para a Argentina? Fica minha sugestão.

Quien es Dilma Rousseff?

4 out

A capa do jornal Pagina 12, importante diario argentino, traz hoje  em sua capa um Lula que diz que se fosse pela imprensa teria apenas 10% de popularidade e nao os 85% que sustenta hoje. Esse foi o clima do dia de hoje na imprensa argentina que acompanha ao vivo e com flashs diretos a eleicao no Brasil. A C5N, uma das principais emissoras daqui, exibe ha horas um especial sobre Lula, as eleicoes e Dilma. O titulo do segmento dedicado a candidata eh “ Quien es Dilma Roussef?”. Com a popularidade em alta aqui nos pampas, o Lula poderia eleger-se a presidente da Argentina. Por aqui eh bem mais amado que Cristina. Fica a dica: Lula tenta aqui!